sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Sobre o primeiro mês de cirurgia

É estranho pra mim estar aqui escrevendo e "falando" com um leitor, já que sempre expressei a forma que sinto as coisas do que os fatos em si: Mas melodramas meus a parte, vamos ao lado que interessa, pelo menos á maioria da galerinha que passa por aqui!!!

Um mês de cirurgia se completa na segunda feira, dia 14/11.. e eu QUERO DESESPERADAMENTE COMERRRRR rsrs .. pode parecer a coisa mais boba do mundo, mas até andei postando isso nas paginas sociais da vida por ai.. uma beterraba ( sem tempero nenhum) cairia tão bem agora!! hahah Mas ok, ela que me aguarde na segunda feira: teremos uma DR intensa a fazer!

Pro pessoal que passa por aqui pra pesquisar sobre a cirurgia gostaria de contar um pouco como foi, desde a semana anterior a cirurgia e até minhas percepções atuais.

Pra começar um conselho pras meninas: procurem não levar camisolas para ficar no hospital. Como eu cheguei a essa conclusão?? Resolvi que ainda não é hora pra ficar mostrando a calcinha, quem sabe daqui uns 20 quilinhos uma lingerie não seja mais vantajosa!! rs

Como todo mundo sabe, minhas primeiras tentativas de operar só deram dor de cabeça.. algumas coisas eu coloquei aqui, outras eu me desanimava com tanta coisa negativa e preferia deixar pra lá.
Dessa ultima vez era pra ter operado em agosto, como ninguém ( leia-se a mulher da clinica) me avisou que faltava documentação, na sexta feira antes do dia fiquei sabendo que não ia operar, foi transferida para setembro, e novamente por ninguém ( leia-se novamente a mesma mal amada) me avisar, minha cirurgia seria transferida para dezembro ou janeiro. Depois de toda essa angustia de marca e desmarca, qualquer um chega ao ponto de explodir e não aguentar né! Surtei, comecei a chorar na frente do médico, queria porque queria que ele marcasse particular para o dia seguinte.. haha.. tadinho, se assustou comigo, mas prometeu que iria resolver minha situação e me ligou no dia seguinte marcando minha cirurgia para 1 de outubro! Fiquei meio desacreditada ainda ... e aguardei pra ver o que iria dar.

Até então as coisas estavam todas certinhas.. tudo organizado na minha vidinha. Uns 20 dias antes da cirurgia, liguei na clinica e a mulher ainda não tinha dado entrada na documentação, e que minha cirurgia não seria dia primeiro mas sim dia 15, ai já até desacreditei que iria operar e minhas esperanças de certa forma foram por lixo. Já a dois anos nem contava mais pra ninguém que iria fazer, e isso ajudou um pouco a segurar a onda, até porque ninguém mais tocava no assunto. Novamente.. liguei na clinica uma semana depois pra ver se ela já tinha dado entrada, e a mesma, como sempre me respondeu com uma grosseria só, que quando ela tivesse as coisas me avisava. Eu engolia o jeito dela porque o médico, Dr Jaime Telles é um amor de pessoa e ótimo profissional, e era com ele que eu queria operar, até cheguei a procurar outros médicos, mas não rolou. Menos de 15 dia antes de operar e nada ainda de ela me falar alguma coisa.

Pra ajudar, uma funcionária, pra quem eu passei tudo o que tinha de importante, e demorei praticamente um ano treinando, ensinando, e moldando, para que eu pudesse me ausentar, pediu demissão 5 dias antes de eu operar, e eu não tinha quem colocar no lugar. No mesmo dia tive que despedir outra funcionária, ou seja, nun escritório pequeno, com 5 pessoas trabalhando duas que conheciam o serviço teriam que ser substituidas, e eu estaria ausente. Eu pirei! Fácil!!! Quase desisti da cirurgia, até mesmo porque mesmo 5 dias antes eu ainda não tinha nenhuma noticia se tinha sido liberado ou não.

Chorei, de raiva, de desespero, pela pressão de toda a situação. Minha pressão disparou. Resolvi que só iria tomar alguma atitude no dia seguinte de cabeça mais fria. Contratei funcionárias novas, para subistituir as outras, e tentei ensinar tudo nesses 5 dias. E decidi que não iria abrir mão da cirurgia agora, depois de tantas tentativas, e agora com ela tão perto.

Eu iria operar no sábado, e na quinta feira, nem o endereço do hospital a bendita da mulher não me passava. Como as coisas estava corridas no trabalho, não conseguia nem ligar pra Amil pra saber da liberação.
Na quinta a noite resolvi ir no shopping comprar um pijama decente, já que os que eu tenho ou são indecentes ou estão surrados .. haha o incrível é os que eu achava descentes não me serviam direito, mas achei um pijama de shortinho e regata. Como toda mulher, a gente sempre dá uma olhada em umas coisas a mais, quase comprei um macacão, mas minha amiga não deixou hahaha masssss nesse dia comprei minha primeira peça de roupa M, depois de muito tempo, para me auto motivar a não desistir. E gente foi tão gostoso comprar uma roupa que não fosse a que me servisse mas a que eu gostasse !! hahaha é de frio, então só no inverno que vem!

Na sexta feira a mulher me ligou falando que não havia ainda saido a liberação da minha cirurgia: pra quem já havia surtado a semana toda, um surto a mais um a menos é indiferente né! rs liguei na Amil, e me perguntaram o hospital, liguei na clinica e me passaram que seria no hospital Vitória do Tatuapé, dei essa informação pra atendente da Amil, e ela me disse que não havia nenhum pedido de cirurgia. Como já disse: nessa altura surtar nem fazia mais diferença....rs Liguei na clinica e já alterada comecei meio que a falar grosso com a mulher, ai ela resolveu que não era do hospital do Tatuapé e sim no Analia Franco. Vai a gatona aqui passar a nova informação pra Amil novamente, e lá vem a tão esperada resposta: eles haviam pedido um laudo no dia 27/10 e não haviam entregue o laudo pra eles, o mesmo que eu deixei na mão da mulher da clinica. Surtar é besteira pouca, gritar, falar alto .. ixiii nem faz cocegas mais nesse estágio!

Liguei de novo pra ela, a ai ela me disse que não era ela quem dava entrada que era o hospital. Resolvi respirar fundo e ligar com toda a educação pro hospital. O rapaz muito atencioso que me atendeu disse que o laudo que faltava, ela havia enviado apenas no dia anterior, via fax, e após o horário de expediente, e por isso ele havia enviado para a Amil naquela manhã, e que havia acabado de ser autorizada! Me passou a senha UFAAA ...

Ainda tinha que ir na clinica pegar o pedido de internação, e pra variar falar novamente com a mal amada! Ignorei, afinal, tinha conseguido o que eu queria. Ela me entregou uma folha com recomendações, o pedido da cirurgia, a receita do remédio que eu precisaria tomar... e fui embora. Quando cheguei em casa que fui ver que precisava dos exames, mas os mesmos tinham ficados na clinica e já tinha passado o horário de expediente. Pronto: não ia operar. Tava tudo dando errado.

Era pra minha internação ser as 6 da manhã, meu tio que ia me levar se atrasou, e sai de casa as 5 e meia, cheguei no hospital as 6 e 20 e a internação foi só as 6 e 44. E sem exames. A cirurgia estava marcada para as 11 horas. As 7 e 10 entrou um enfermeiro no quarto perguntando porque eu ainda não estava pronta: COMO ASSIM?? A minha cirurgia teria inicio as 9. Achei que fosse estar nervosa, que minha pressão iria estar alta, grande engano, estava mais calma do que nunca, minha pressão tava 11/6..

Ai chega o anestesista, diga-se de passagem gatinho e sem aliança na mão haha, e me perguntou dos exames... lascou! Ele não podia me anestesiar sem ver os exames, eu tinha mandado uma mensagem no celular no médico, mas e se ele não tivesse lido?? E lá chega ele com os exames!! Ufaaa novamente..

Só lembro do gatinho me anestesiando e da assistente do médico sorrindo pra mim. apaguei!

Dai pra frente acabou o sofrimento e foi só alegria!!! Lembro de acordar meio grogue com aquele deus grego falando que a dor já ia passar porque já haviam me dado morfina. Só consegui pensar: morfina, como assim?? Nem lembrei de pedir o telefone .. haahah

No hospital foram todos muito atenciosos, e já comecei com fisioterapia no mesmo dia. Na primeira caminhada uma enfermeira me perguntou se eu tava com dor, na verdade eu quase não tava, masss falei que tava com um pouquinho, ela disse que tinha medicação separada pra mim e foi pegar, pediu pra aplicar no musculo, e só depois que eu perguntei o que era, mais uma vez me deram morfina... hahah dormi o resto do dia.

Tive alta no dia seguinte as 16 horas. Não foi minha familia que foi me buscar foram amigos, infelizmente nesses dois dias só meus amigos me ligaram... isso me deixou bem chateada .. masss passou!

Na primeira semana, praticamente não fiz nada, não senti dor, não passei mal.. tomei meus liquidos numa boa. Na segunda semana não aguentava mais o mesmo gosto do caldo. Minha avó, pra não precisar fazer todo dia, fez uma panela de pressão cheia, e me dava aquilo todo dia.. parei de  tomar os caldos. Aqui em casa as coisas foram meio cruéis em relação a alimentação: todo dia minha avó fazia coisas que dava vontade de comer, ou aparecia do mercado com garrafas do coca cola, bolos, doces, salgados, pasteis, pizza ...

Resolvi que não dava mais pra ficar em casa, e fui pro escritório, onde quase não consegui fazer muita coisa. Me sentia muito mole, fraca... e se andasse muito dava tontura.

Na consulta de 15 dias já tinha perdido mais da metade dos 10% do primeiro mês, fiquei super feliz... mas eu não via a perda. Agora com 26 dias, na consulta com a nutricionista, só faltava 500 gramas pra chegar aos 10% de 30 dias. Implorei a ela para me deixar comer, até porque desde o 12º dia eu não estava tomando o caldo salgado. Ela me pediu pra esperar mais um pouquinho... nem por passar mal, mas pela perda de peso.

O mais legal de tudo, foi um amigo meu entrar no msn a noite e falar que me viu na rua mas na hora não me reconheceu porque eu tinha emagrecido muito: isso nem MasterCard paga!

4 comentários:

Dani disse...

Menina! Que luta pra fazer a cirurgia heim? Quanta provação!!! Fiquei agoniada com essa mullher só de ler! kkkkkk
Mas agora vc tá aí colhendo os frutos! Parabéns! Sucesso!! Completo 2 meses de cirurgia amanhã. Xero

Juh... disse...

Oi linda!!!

Guria fiquei p... da vida lendo seu post.
Vontade de mandar essa mulher pra PQP.kkkkk
Q mulherzinha desgraçada, já fiquei com raiva dela.hahaha!!!
(ñ liga q eu sou "mei" lokinha)
Mas o q importa é q vc conseguiu fazer sua cirurgia e está tudo bem.
Agora é resistir firme as vontades e esperar o resultado de tanto esforço.

Beijinhuxxx

Vencendo desafios!!! Em busca do Sleeve Gástrico!!! disse...

Aline do céuuu...não sei como vc conseguiu suportar...se fosse eu, teria morrido ou matado kkkkk
Mas q bom q está tudo bem e a ciru foi um sucesso...nem dor nem nada...isso é uma bênção de Deus!
Bjs querida, tudo de bom :))

Mari disse...

Aff mari sei exatamente como vc se senti, passei por um bom bucado tb vc nem imagina, mas Deus sabe o que faz, e faz tudo na hora certa e no final tudo dá certo...

beijos